Minhas Compras
Você adicionou a sua lista de compras. O que deseja fazer agora?
Continuar Comprando! Fechar Compra!

Agronegócio sustenta alta do PIB, mas cenário atual ainda exige cautela

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Secretário de Política Agrícola, Neri Geller, diz que já esperava por desempenho positivo do setor no primeiro trimestre deste ano

O secretário de Política Agrícola do Minitério da Agricultura, Neri Geller, disse, nesta quinta-feira (1/6), que já esperava um crescimento do PIB da Agropecuária brasileira neste primeiro trimestre. Ele avaliou que o desempenho do setor é motivo de comemoração, mas não se deve deixar de lado a cautela diante do atual momento da economia brasileira.

“Temos que ter cautela porque o momento é muito difícil da economia do Brasil, mas, com certeza, quem esta ajudando muito a economia é o agronegócio”, disse Geller, durante o seminário Perspectivas para o Agribusiness em 2017 e 2018, realizado pela B3, em São Paulo (SP).

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a agropecuária brasileira cresceu 15,2% no primeiro trimestre deste ano em relação ao mesmo período em 2016. Em relação ao quarto trimestre do ano passado, o crescimento do setor foi de 13,4%.

Neri Geller destacou como fator positivo o forte crescimento de 44 milhões de toneladas da produção agrícola na safra 2016/2017, de 188 milhões para 232 milhões de toneladas de grãos, conforme as estimativas da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Ele atribui a esse desempenho à motivação dos produtores em incorporar tecnologia e agregar valor à produção.

“A engrenagem está andando forte. E isso que veio hoje, para mim, não é novidade”, disse o secretário.

Também durante o seminário, o secretário de Política Econômica do Ministério da Fazenda, Fábio Kanczuk, creditou à agropecuária o maior responsabilidade pelo crescimento na economia brasileira no primeiro trimestre. Segundo ele, o setor respondeu por 0,8% do 1% registrado no intervalo de janeiro a março deste ano na comparação com o último trimestre de 2016

“Uma safra sensacional. O PIB é muito afetado pela agricultura no primeiro trimestre. O período é pesado na agricultura, mas se espalha pelo resto da economia”, disse ele, ao falar sobre perspectivas para a economia brasileira.

O economista Alexandre Schwartsman também destacou o peso do setor na economia. Para ele, o que falta para o país crescer mais é uma recuperação da demanda interna. “Sem o agronegócio, dificilmente o PIB teria esse crescimento no primeiro trimestre”, disse.

Fonte: http://revistagloborural.globo.com/Noticias/Agricultura/noticia/2017/06/agronegocio-sustenta-alta-do-pib-mas-cenario-atual-ainda-exige-cautela.html

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Olá , deixe seu comentário para Agronegócio sustenta alta do PIB, mas cenário atual ainda exige cautela

Enviando Comentário Fechar :/